A preocupação de manter os familiares em ambientes confortáveis e seguros está dentre os principais requisitos quando se escolhe morar em um condomínio. Pensando nisso, promover melhorias para a área de lazer do ambiente residencial é imprescindível para manter a qualidade dos espaços.

As áreas de lazer podem ser compostas por uma variedade de equipamentos e espaços — como salões de festa, churrasqueira, piscina, quadra de esportes, playground, sauna e academia.

Alguns condomínios podem contar até mesmo com pequenos bosques e lagos. Porém, para o benefício de todos, é preciso que tanto os moradores quanto a administração tenham consciência de seus papéis.

Pensando nisso, listamos 5 melhorias para deixar a área de lazer do seu condomínio ainda mais convidativa e aconchegante! Boa leitura!

1. Invista em paisagismo

Em qualquer espaço fechado ou aberto, as plantas trazem uma sensação de frescor e dão vida a um ambiente. Plantar espécies bem adaptadas ao clima do local pode garantir maior adaptabilidade e tempo de vida para o vegetal.

Áreas gramadas também contribuem para a redução da temperatura do ar, uma vez que retêm muito menos calor do sol do que trechos pavimentados. Além disso, ajudam na absorção da água das chuvas e proporcionam experiências sensoriais únicas, especialmente para as crianças.

Uma opção bastante viável é plantar árvores frutíferas, mas deve-se ter maior atenção nesse caso, pois as podas e manutenções devem ser constantes, a fim de evitar que ramos ou raízes danifiquem as construções.

2. Contrate profissionais especializados

De nada adianta ter uma série de equipamentos coletivos em um condomínio, se a maioria deles está quebrada ou de alguma forma oferecendo riscos durante o uso.

Desse modo, contrate profissionais ou empresas especializadas para realizar vistorias periódicas, de forma a realizar as manutenções necessárias para preservar a qualidade dos espaços.

Em alguns casos, reformas podem se fazer necessárias por diversas questões: segurança, acessibilidade, estética ou simplesmente oferecer maior conforto aos moradores.

Por isso, a melhor forma de realizar essas modificações, de forma segura e eficiente, é contratar uma equipe especializada em serviços de engenharia, arquitetura ou design.

3. Escolha acabamentos resistentes

Escolha sempre mobiliários e acabamentos resistentes para as áreas sem cobertura, a fim de evitar a rápida deterioração dos espaços. Eles devem oferecer não apenas segurança, mas também maior resistência em locais que estão expostos a horas contínuas de sol ou de chuva.

Para os revestimentos, uma excelente aposta são os porcelanatos e outros revestimentos cerâmicos que imitam materiais naturais, como madeira ou pedras de alto valor.

Devido à sua fabricação de alta precisão, permitem aplicações diversas e mais seguras, aproveitando o melhor do potencial estético dos materiais naturais e oferecendo maior resistência, economia e durabilidade.

4. Aposte em um bom projeto de iluminação

Tenha sempre em mente que iluminação é tudo! Como se tratam de melhorias para a área de lazer, é interessante investir em um excelente projeto luminotécnico, pois ele valoriza tanto a arquitetura como a decoração.

Iluminação branca quente, por exemplo, deve ser usada em ambientes de relaxamento e áreas ricas em paisagismo, uma vez que reproduz melhor as cores das plantas. Atualmente, existe uma infinidade de luminárias, tipos de lâmpadas e estratégias de arquitetura e design para alcançar efeitos incríveis.

A luz branca fria é excelente para ambientes onde é necessário ter mais atenção às tarefas desempenhadas, desde cozinhas até academias. Nesses ambientes internos, uma iluminação sofisticada pode ser composta por rasgos de luz, fitas de LED e luminárias de acabamento translúcido, para evitar ofuscamentos.

5. Preserve a limpeza e a organização

É basicamente impossível relaxar em ambientes bagunçados e sujos. Assim, tão importante quanto a administração é estabelecer a periodicidade da limpeza dos espaços e utensílios. Os moradores também têm o papel de conservar e manter a limpeza, de modo que todos possam usufruir dos ambientes de forma saudável e justa.

Além das melhorias para a área de lazer, é muito importante delimitar normas e horários de utilização dos ambientes comuns em condomínios, a fim de manter a convivência harmoniosa entre os moradores. Dessa forma, os direitos e responsabilidades ficam mais claros, evitando maiores problemas para o síndico.

Se gostou do post, compartilhe em suas redes sociais para que o conteúdo alcance mais pessoas. Até a próxima!

Katia Sano

Arquiteta formada na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 1989, é sócia-diretora da DIRETÓRIO DA ARQUITETURA & URBANISMO desde sua fundação, em 1993.

Sem Comentários