Entender o que o projeto de arquitetura significa é importante para conhecer todas as etapas da realização das edificações em um condomínio. Dessa forma, é possível compreender a importância de contratar um escritório de arquitetura, comparar propostas e saber quais serviços serão necessários.

É por meio desse plano que o profissional concretiza a ideia do cliente, determina a funcionalidade, estética, harmonia e a qualidade de acordo com a função do empreendimento idealizado. Ele é o condicionante dos demais planejamentos que abrangem o setor da construção civil.

Os projetos arquitetônicos são compostos por fases que constituem a coleta de informações, o desenvolvimento de estudos e trabalhos técnicos e pela entrega dos produtos finais. Continue a leitura e compreenda melhor como eles funcionam!

Etapas do projeto arquitetônico

Cada projeto de arquitetura é único e, dependendo das suas características, podem ocorrer algumas variações. Conheça melhor cada fase a seguir.

Definição das necessidades

No primeiro estágio, o cliente informa suas necessidades e quais são os objetivos da construção. No caso de casas e prédios, por exemplo, é feito um levantamento a respeito do número de quartos, banheiros, padrão de acabamento, entre outros detalhes relevantes. Depois, são realizados os cálculos iniciais sobre a expectativa de investimento na obra e a metragem esperada.

Com todas as informações em mãos é possível analisar a viabilidade da execução de todos os pontos que o cliente deseja. Caso contrário, é preciso avaliar a possibilidade de redimensionar o projeto ou aumentar o aporte financeiro para efetivar o empreendimento.

Levantamento

Nessa etapa, são feitas as pesquisas referentes aos dados necessários para iniciar o estudo do projeto, como levantamentos topográfico e planialtimétrico do terreno. Se for necessário, a equipe vai até o local onde a obra será realizada para ter um maior conhecimento do contexto em que as edificações serão feitas.

Estudo preliminar

Nesse momento começam os estudos iniciais. O profissional analisará a orientação do sol, as oportunidades que o local oferece — como incidência de correntes de vento e vistas privilegiadas —, entre outras. Depois, são geradas as primeiras plantas para o condomínio, sejam elas mais simples ou mais complexas, dependendo da necessidade.

Nesses desenhos são expostas as áreas internas e externas do projeto. Dessa forma, é possível medir a metragem total que será construída e, assim, calcular o custo final estimado da obra.

Com as primeiras plantas, a equipe e o cliente podem debater e avaliar quais são os pontos positivos e quais são os pontos negativos da construção. Os positivos podem ser aprofundados e os negativos devem ser aprimorados ou descartados.

Se for necessário, novas propostas podem ser desenvolvidas até que todas as partes estejam satisfeitas com o resultado e seja possível partir para o aprofundamento do plano.

Anteprojeto

Essa etapa começa a ser desenvolvido logo após a aprovação do estudo preliminar. Nele, são detalhados todas as instalações, elementos e componentes essenciais para a compreensão do cliente, que deve aprovar a versão final.

Após a aprovação, as plantas produzidas durante esse estágio são enviadas para as equipes que ficarão responsáveis pelos projetos hidrossanitário, elétrico, estrutural, preventivo de incêndio e demais desenhos complementares que forem necessários.

Após a conclusão, eles são enviados para a equipe responsável por adequá-los com o programa em desenvolvimento. Dessa maneira, tudo ficará interligado de forma harmônica e funcional.

Projeto Legal

A parte legal cumpre com as obrigações jurídicas para aprovação e formalização do projeto arquitetônico. É nessa etapa que se obtém as licenças e alvarás da obra, portanto, ele deve ser executado de acordo com as normas dos órgãos municipais competentes.

Nessa fase também é necessário apresentar os dados da documentação jurídica e cadastrais do condomínio e do pagamento das taxas e emolumentos legais, todos a cargo do cliente. Os contratos devem ser formatados de acordo com a legislação vigente e da forma exigida pelo órgão fiscalizador responsável.

Projeto Executivo

O projeto executivo é o conjunto de todos os documentos técnicos — como desenhos, memoriais e especificações — necessários para a execução do trabalho. Eles são enviados para o canteiro de obras e devem ficar sob a responsabilidade do responsável técnico pela realização do empreendimento.

A obra só deve começar após todas as plantas referentes ao plano executivo estarem concluídas e entregues à equipe que ficará responsável pela sua efetivação.

Acompanhamento

Acompanhar a execução da obra é uma etapa que complementa a anterior. Os profissionais devem acompanhar todas as fases da construção, assim como orientar e supervisionar todos os funcionários envolvidos nos serviços, a fim de assegurar a qualidade e a correta realização dos trabalhos.

Motivos para elaborar um bom projeto de arquitetura

A segurança é um dos pontos mais importantes ao se pensar em construção civil. Contar com colaboradores qualificados e que estejam responsáveis por todo o processo de estudo e execução da obra é fundamental para garantir um condomínio mais seguro.

Um plano bem feito e bem executado evita erros, desperdício de materiais e, consequentemente, de dinheiro. Assim, os condomínios bem planejados apresentam um ótimo custo-benefício.

Além disso, investir em um empreendimento de qualidade é fundamental para que os ambientes sejam dimensionados corretamente, evitando desperdícios de áreas. Por meio dos projetos arquitetônicos é possível pensar, inclusive, na acessibilidade do condomínio.

Importância de contar com uma empresa especializada

Independentemente do tamanho e da complexidade do projeto, é fundamental contar com uma empresa respeitada e consolidada no mercado. Com uma equipe multidisciplinar, os escritórios de arquitetura e urbanismo — como a Diretório — contam com diferentes especialidades que atendem completamente às suas necessidades.

Os profissionais da área possuem uma formação única. Dessa forma, eles conseguem unir técnica, criatividade e percepção estética, garantindo um resultado belo, funcional e sustentável. Buscar soluções inteligentes tornam o empreendimento muito mais valioso.

O projeto de arquitetura vai muito além de um desenho da construção. Ele inclui diversas fases que devem ser executadas com atenção e compromisso, para garantir a satisfação do cliente. Por esse motivo, é essencial contar com profissionais capacitados para assegurar os melhores resultados.

Se você gostou do nosso conteúdo, não deixe de complementar a leitura e entenda quando contratar uma empresa especializada em reforma de condomínios!

Katia Sano

Arquiteta formada na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 1989, é sócia-diretora da DIRETÓRIO DA ARQUITETURA & URBANISMO desde sua fundação, em 1993.

Sem Comentários