Warning: time() expects exactly 0 parameters, 1 given in /home/diretorioblog/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/frontend/class-frontend.php on line 167
Arquitetura

Auditoria em condomínio: entenda como funciona e como evitar fraudes

dezembro 9, 2019
Tempo de leitura 3 min
Powered by Rock Convert

Quando falamos em condomínios, estamos nos referindo ao local pelo qual diversos moradores são corresponsáveis. Isso envolve, principalmente, movimentações financeiras de alto valor. A taxa condominial, inclusive, é para este fim: para arcar com os custos comuns de todos os envolvidos.

O responsável pela gestão financeira é, em maior medida, o síndico – seja ele amador, ou seja, eleito por convenção, ou profissional, contratado de forma terceirizada para esse fim. E, infelizmente, muitos deles não são idôneos em suas ações, de forma que é necessário ficar atento para minimizar problemas.

Uma forma de manter o maior controle é por meio da auditoria em condomínio. Vamos explicar, neste artigo, todos os detalhes sobre esse tema. Continue lendo e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Qual é a importância da auditoria em condomínio?

Quando falamos de circulação de altos valores, é necessária muita atenção. Afinal, é possível gerar certos malabarismos contábeis para favorecer aqueles que estão responsáveis pelas contas do condomínio.

As auditorias são responsáveis por controlar esse tipo de situação, principalmente quando há forte suspeita de que há alta de lisura por parte dos responsáveis. Afinal, possíveis problemas nesse aspecto podem estar gerando fraudes, valores elevados de taxas condominiais, serviços malfeitos, entre outros pontos que lesam todos os moradores.

A auditoria para condomínios também é uma forma de respaldar o síndico em suas ações. A avaliação externa mostra que as ações dele são idôneas, aumentando a confiança entre moradores e profissional.

Como pedir uma auditoria em condomínio?                  

A auditoria pode ser solicitada tanto pelos moradores quanto pelo próprio síndico. No primeiro caso, provavelmente a situação deriva de uma suspeita de contas sendo fraudadas. Primeiramente, os moradores devem conversar com o síndico, o conselho fiscal e a administração do condomínio sobre a questão.

Se ainda persistir, pode-se solicitar, em uma reunião de condomínio, a assessoria de uma empresa especializada para a realização de auditoria que, normalmente, não deve ser feita pela própria administradora.

Caso o síndico queira ter o documento comprobatório de sua lisura, ou mostrar sua idoneidade diante de uma suspeita, pode ele e o respectivo conselho fiscal fazerem a mesma solicitação. Nesse caso, estamos falando de uma auditoria preventiva.

Quais são os pontos auditados e seus objetivos?

Os principais pontos avaliados em uma auditoria de condomínio e seus objetivos são:

  • avaliar a gestão;
  • verificar todas as contas;
  • acompanhar as contas do condomínio;
  • verificar fraudes;
  • formalizar contratos com prestadoras de serviços terceirizados;
  • formalizar toda a área de contabilidade do condomínio;
  • avaliar o recolhimento de tributos;
  • conferir pastas de contas e recibos;
  • avaliar relatórios de inadimplência, entre outros.

Como realizar uma auditoria eficiente?

O importante para realizar uma auditoria eficiente é contar com uma empresa que não esteja diretamente relacionada com o condomínio, de forma a tornar o processo objetivo e idôneo. Porém, ainda assim, é preciso encontrar uma empresa que seja eficiente e recomendada nesse aspecto.

Isso porque qualquer tipo de falha na avaliação pode fazer com que uma fraude passe despercebida ou gere culpa indevida para o síndico e conselho fiscal. Assim, é fundamental buscar organizações sérias, responsáveis e competentes para fazer o processo de auditoria.

A auditoria em condomínio é fundamental para uma boa convivência entre todos, de forma a minimizar problemas e garantir maior confiança entre todos. É necessário ter harmonia nesse tipo de ambiente para que seja possível uma harmonia no local.

Outra questão que costuma gerar uma série de problemas internos é a permissão para ter animais em condomínios. Veja o que a legislação diz sobre esse assunto em nosso artigo e tire suas dúvidas!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário