Warning: time() expects exactly 0 parameters, 1 given in /home/diretorioblog/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/frontend/class-frontend.php on line 167
Arquitetura

Limpeza de caixa d’água no condomínio: confira as principais informações

dezembro 3, 2019
Tempo de leitura 6 min
Powered by Rock Convert

A limpeza de caixa d’água está entre as necessidades rotineiras de manutenção de um condomínio. O síndico precisa se manter atento a esse ponto de cuidado, principalmente porque haverá restrição no fornecimento quando o trabalho for feito. Além disso, há outras preocupações para garantir que haja um trabalho regular e também de qualidade.

Essa limpeza precisa ser feita em um intervalo adequado, pois só assim é possível garantir que a água terá a qualidade devida para o uso. Manter essa rotina é algo que depende de planejamento, investimento e de algumas regras básicas. Por mais que pareça uma necessidade sem muita importância, se trata de algo relacionado ao bem-estar dos condôminos.

Neste post vamos dar uma força para os síndicos que não sabem como conduzir a limpeza regular da caixa d’água! Saiba quando e como realizá-la, além de outras dicas importantes!

Qual é a importância da limpeza de caixa d’água?

Todo síndico mais experiente sabe que a caixa d’água é um ponto de extrema importância para o condomínio. A limpeza se faz importante, mesmo que nem sempre ela seja lembrada como uma das atividades de uma rotina de manutenção. Portanto, anote desde já no planejamento anual a necessidade desse trabalho, já que se trata diretamente de algo voltado ao bem-estar de todos.

Manutenção da qualidade da água

Especialmente em condomínios, a caixa d’água costuma ficar tampada e em local onde tem pouco contato com o ambiente externo. Esse é o básico e fundamental, porém, não garante 100% a proteção em relação a contato com materiais orgânicos e sujeiras, especialmente ocasionadas pelo mau tempo e ventanias.

Insetos também acabam por conseguir entrar na caixa d’água, especialmente os menores. É algo comum, mas que deve ser acompanhado de perto. A limpeza serve para garantir que não haja o acúmulo desse tipo de sujeira no local, garantindo que a água chegue nas melhores condições aos moradores.

Avaliação das condições da estrutura

Um ótimo momento para avaliar se está tudo em ordem com a estrutura da caixa d’água! A limpeza também deve servir para que os trabalhadores que realizarem a limpeza chequem se há algum tipo de avaria nas paredes da caixa. É comum que, depois de algum tempo de uso, apareçam rachaduras ou outros pequenos problemas que causem até mesmo o vazamento.

O síndico precisa reforçar a orientação para observar se há algum problema do tipo, já que em alguns casos pode haver a necessidade da troca urgente da caixa. Em alguns casos, reparos básicos bastam, mas esses precisam ser feitos por profissionais capacitados. Qualquer avaria na caixa d’água que possa resultar em perdas deve ser consertada o mais rápido possível!

Quando essa manutenção deve ser feita?

A limpeza de caixa d’água precisa ser planejada, afinal, os moradores não vão querer passar muito tempo sem poder usar a água. O síndico precisa ter bastante jogo de cintura com essa manutenção, mas também precisa saber que está fazendo o certo! O morador deve ser orientado sobre o procedimento e os benefícios que ele vai trazer para o condomínio.

Periodicidade

É claro que não é possível manter a caixa em limpeza semanalmente, já que isso causaria transtornos ao funcionamento do condomínio. O ideal é, primeiramente, manter as caixas d’água em locais bem preservados, tampados e livres do contato com o ambiente externo. Isso vai manter a estrutura limpa por mais tempo e livre de qualquer impacto.

No mais, a limpeza completa precisa ser feita 2 vezes ao ano, preferencialmente no início e no fim de cada período. A época mais adequada para realizar a manutenção é no período de outubro a fevereiro. Sendo assim, dá para programar esse trabalho para o início e fim do ano, uma vez a cada semestre.

Tempo do trabalho

Esse é outro ponto importante, uma vez que está relacionado também ao uso da água pelos moradores. A restrição vai existir, naturalmente, mas o tempo não é tão longo. O ideal é realizar pela manhã, iniciando por volta das 8h. O trabalho não se estende tanto, devendo ficar pronto em, no máximo 5 horas.

Esse é o tempo suficiente para realizar a limpeza, checar a necessidade de manutenções e observar se há alguma avaria. Para causar o menor nível de transtorno possível é necessário avisar com 1 semana de antecedência. Assim, o morador pode se preparar adequadamente e adaptar sua rotina para aquelas horas que ficará sem o fornecimento normal.

Como fazer a limpeza da caixa d’água?

A limpeza precisa ser feita por pessoas preparadas para o trabalho. Naturalmente, essa atividade envolve certo risco, ou seja, depende de equipamentos e também de habilidades específicas. O síndico tem grande responsabilidade sobre isso e não é adequado solicitar que funcionários de manutenção geral do condomínio realizem a limpeza.

Empresas especializadas

Há empresas que são especializadas em serviços desse tipo, incluindo a limpeza de caixa d’água. O ideal é que elas sejam contratadas, principalmente se, além de limpar, também realizam manutenções básicas na estrutura da caixa d’água.

Em determinadas cidades, devido às leis municipais, o trabalho de limpeza é proibido de ser realizado sem a contratação de profissionais preparados. Mais do que simplesmente seguir a lei, o síndico precisa ter bom senso para evitar acidentes com trabalhadores!

Quais são os custos e como pagar esse trabalho?

O custo da limpeza de caixa d’água não é tão alto, não chegando nem a R$ 1.000 por 4 caixas limpas, geralmente como é cobrado o serviço. É importante ter os valores descritos com detalhamento na prestação de contas, para assim manter a transparência que todo síndico precisa adotar.

Quanto ao custeio da limpeza, cabe ao síndico entender como ele pode ser feito da melhor forma. Por ser uma despesa ordinária, o pagamento pode naturalmente ser feito pelos moradores. Em um condomínio de médio porte, por exemplo, a taxa a mais cobrada na mensalidade seria bastante irrisória, sem causar reclamações.

Todo síndico deve estar atento a necessidade de limpeza de caixa d’água no condomínio que gere! Se trata de garantir água limpa e bem-estar dos moradores, que certamente não vão se opor a custear essa manutenção duas vezes ao ano.

E você, como tem feito a limpeza da caixa d’água do seu condomínio? Conte nos comentários como cuida de todo o processo!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário