Portaria remota condominial

Portaria virtual de condomínio: devo investir?

A portaria virtual para condomínios é um sistema cada vez mais utilizado, pois apresenta utilidade e praticidade no dia a dia. Esse recurso permite a substituição de porteiros presenciais por um sistema que controla remotamente as entradas do condomínio — portões e garagens — e as monitora com o auxílio de câmeras e internet.

Dessa forma, o sistema pode trazer benefícios em nível de segurança, praticidade e, até mesmo, economia de despesas. A modernização que ele propõe também costuma agradar bastante os condôminos, que aprovam o projeto na maioria das vezes.

Mas será que esse investimento vale a pena? Neste post, mostraremos os principais pontos relacionados ao uso de uma portaria virtual, respondendo algumas dúvidas sobre o assunto. Confira!

O sistema oferece segurança ao condomínio?

Antes mesmo de analisar o equipamento, é fundamental conscientizar os condôminos sobre o fato de que a segurança no espaço depende da forma como todos cuidam da portaria. É essencial que os moradores estejam sempre atentos à segurança e se preservem ao máximo.

Diante disso, a portaria virtual pode sim trazer um grande diferencial no quesito segurança. Por meio desse equipamento, o morador pode saber com clareza quem toca o interfone, liberando a entrada apenas quando tiver certeza que a pessoa é conhecida ou autorizada.

O sistema só permite acesso aos apartamentos quando a pessoa que recebeu o chamado no interfone autoriza a entrada, evitando qualquer confusão. Além disso, cada morador tem o seu acesso próprio e intransferível por meio de biometria, senha, ou tags. Isso diminui bastante as chances de que alguém que não mora no local ou que não tenha permissão para visitá-lo entre no condomínio.

A relação custo-benefício é positiva?

Com a portaria virtual para condomínios, o profissional porteiro, que costuma gerar muitos custos por conta do modelo de contratação tradicional, se torna desnecessário. Com o sistema, cada morador é responsável por controlar seu acesso, sem que ninguém precise atuar na entrada do local.

A instalação do sistema é, naturalmente, o momento em que o dinheiro será investido, por isso é muito importante mostrar aos moradores como a decisão será benéfica para o grupo. Os síndicos sabem bem: se os condôminos comprarem a ideia, será muito mais fácil conseguir o capital necessário para investir nela, não é mesmo?

Posteriormente, com a portaria virtual já em funcionamento, os custos serão limitados à manutenção básica preventiva — que acontece periodicamente — , para garantir que o equipamento funcione de forma adequada. Além disso, podem ser necessárias manutenções corretivas, que acontecem em situações bem pontuais.

Quando esse sistema é mais indicado?

Em condomínios mais simples, em que há apenas uma entrada principal e a garagem, é muito mais fácil fazer o controle do fluxo de pessoas. Nesse caso, fica ainda mais claro como um porteiro pode trazer despesas altas demais, que podem ser substituídas pelo investimento em uma portaria virtual.

Entretanto, quando falamos de condomínios mais amplos, com diversos blocos e entradas, a situação é mais complexa. Nesses casos, utilizar o sistema pode não ser uma alternativa tão interessante, já que um controle pessoal pode ser mais certeiro.

Assim, a portaria virtual para condomínios é mais indicada para prédios de pequeno ou médio porte, em que o acesso seja simples e direto, por meio de uma única entrada. Dessa forma, é mais fácil fazer o controle de segurança, contando com a ajuda de todos os moradores.

Você entendeu como a portaria virtual para condomínios pode ser uma boa opção? Com esse sistema, é possível modernizar e reduzir os custos do seu condomínio. Se o seu prédio se encaixa no perfil mais adequado para essa alternativa, não hesite: invista sem medo, mas sempre como aval de todos!

O que achou do texto? A solução da portaria virtual se encaixa no seu caso? Para companhar outros posts sobre arquitetura e urbanismo, nos siga nas nossas redes sociais. Estamos no Facebook, no Linkedin e no Instagram!

Katia Sano

Arquiteta formada na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 1989, é sócia-diretora da DIRETÓRIO DA ARQUITETURA & URBANISMO desde sua fundação, em 1993.

Sem Comentários