Todo bom gestor sabe que o planejamento é uma etapa muito importante para um projeto ter sucesso. É preciso avaliar os benefícios diretos e indiretos dos investimentos e implantações de novas infraestruturas, como o estudo da viabilidade técnica e ambiental. Afinal, é preciso que um projeto tenha um retorno maior do que os riscos que pode oferecer.

Dessa forma, a partir do estudo de viabilidade técnica é possível reunir informações obtidas em pesquisas de campo, coletar dados, avaliar um futuro projeto, diagnosticar os problemas e definir as melhores soluções para o contratante e usuário.

Então, já deu para entender a importância do estudo de viabilidade técnica e ambiental, certo? Continue a leitura que traremos mais informações para você. Confira!

Como o estudo ocorre?

Em geral, ele é dividido em 5 fases:

  • primeiro são realizados estudos preliminares em que serão analisados os dados disponíveis sobre a infraestrutura, fontes externas especializadas e outras informações coletadas na área de segmento do projeto;
  • na segundo fase, após a coleta de dados, estes são estudados para realizar um diagnóstico de um possível problema e propor as melhores alternativas como solução. Os impactos ambientais e sociais devem ser descritos para cada alternativa;
  • na fase seguinte, deve ser realizada a coleta de dados no próprio local de execução do projeto, além da obtenção dos dados que não foram possíveis na primeira fase, porém são imprescindíveis para continuidade do trabalho;
  • durante a quarta fase, após a coleta de todos os dados, são realizados os estudos necessários para que possam determinar as obras de adequação e construção necessária, além de estimar os custos com estudos de viabilidade ambiental, das obras, manutenção, supervisão etc.;
  • por último, é preciso consolidar todos os dados e resultados de estudos nas etapas passadas para elaborar a análise econômica e mensurar os benefícios de cada alternativa.

Qual a importância do estudo de viabilidade técnica?

Saúde, segurança e bem-estar social

No quesito saúde, segurança e bem-estar social, o estudo de viabilidade técnica de um projeto não podia deixar de ser importante. Afinal, se considerar apenas o uso da água, sua exploração é muitas vezes inadequada e os centros urbanos contribuem de forma significativa para degradar e poluir ainda mais os recursos hídricos, o que afeta sua disponibilidade e qualidade.

Então, um estudo de viabilidade técnica para avaliar por meio de questionários, a implantação de um sistema de reuso da água cinza em descargas de bacias sanitárias seria fundamental, por exemplo.

Além disso, existem diversos outros problemas de saúde, segurança e bem-estar social que esse estudo pode ajudar a otimizar e reduzir as chances de erro, como o desenvolvimento de protótipos para a locomoção de pessoas com mobilidade reduzida.

Analisar a viabilidade de investimentos em operadoras de planos de saúde, sistema de gestão de segurança e saúde ocupacional, análise da implementação de sistemas de transporte ferroviário ou marítimo em determinada região etc.

Meio ambiente

Também é muito importante estar atento aos impactos que o seu projeto pode ocasionar no meio ambiente e quais outras ações são as mais indicadas para evitar isso.

Tais estudos são essenciais para nortear o futuro do seu negócio, estabelecer diretrizes e requisitos básicos para as próximas etapas de todo o processo e para conseguir obter a licença de execução. Isso tudo é uma forma de evitar que você sofra custos desnecessários e seja barrado pela burocracia que envolve licenciamento ambiental.

Um exemplo disso é a implantação de um terminal de cargas. Com um estudo de viabilidade técnica e ambiental, é possível pensá-lo de uma forma mais logística, com áreas de apoio e sociais, para beneficiar a comunidade ali presente, construir equipamentos sociais, implantar unidades habitacionais, urbanizar uma possível favela e construir um parque linear.

Ter esse cuidado e enfoque social, adquirido por meio de um estudo de viabilidade técnica e ambiental, permite que o órgão que regula o meio ambiente possa licenciar o projeto de uma forma que o impacto seja o menor possível, além de, incrementar os benefícios trazidos com o estudo e operá-lo de acordo com as premissas de sustentabilidade.

Por isso, o Estudo de Viabilidade Ambiental (EVA) é fundamental para o sucesso de um projeto, já que as obras podem impactar significativamente no meio ambiente e ecossistema ao redor. Então, são realizados diversos estudos de engenharia, condições sócioeconômicas e meio ambiente. Para assim, identificar a alternativa mais viável dentre as soluções elencadas para executar um projeto.

Para realizar esses estudos é preciso contemplar:

  • estimativa de custos para execução;
  • análise de valor de mercado para o projeto;
  • alternativas e cenários;
  • restrições do entorno;
  • programas de necessidade parlamentar;
  • levante de índices urbanos: coeficiente de aproveitamento, coeficiente de permeabilidade, recuos, taxas de ocupação etc.;
  • conclusão sobre o escopo desejado e os recursos necessários.

Portanto, já ficou claro o quanto é essencial investir em um estudo de viabilidade técnica e ambiental como forma de aumentar a saúde, segurança, garantir o bem-estar social e econômico da população atingida pelo projeto e garantir as condições sanitárias.

Além disso, tais ações são importantes para otimizar os aspectos ecológicos do local, os recursos naturais presentes na área, as práticas e políticas de sustentabilidade e garantir que a legislação vigente seja aplicada, de acordo com a atividade exercida.

Então, imagine executar um projeto que não realizou todos esses estudos para reduzir os impactos de cunho econômico, social e ambiental: o meio ambiente, que é já uma preocupação mundial e cujo aquecimento global cada vez mais forte aumenta os riscos de seca e inundações, trazendo calor extremo e pobreza para milhões de pessoas, sairia bastante prejudicado nisso, assim como a comunidade mais pobre, no geral.

Por isso, é necessário um planejamento que vise a elaboração de projetos de modo que esses impactos sejam os menores possíveis.

Alguns escritórios de arquitetura, como a Diretório da Arquitetura oferecem expertise e segurança para todas as reformas e manutenção de condomínio, que inclui planejamento, execução e gerenciamento de toda obra para ajudar na realização do projeto e melhorar a qualidade de vida de todos os envolvidos.

Agora que você entende mais sobre estudo de viabilidade técnica, já pode entrar em contato com a nossa empresa para ver como podemos ajudar você em suas obras.

Fernando Rolim

Desenhista nas horas vagas, sempre planeja suas viagens baseadas em roteiros arquitetônicos.

Sem Comentários